TURISMO

CIRCUITO CULTURAL PRAÇA DA LIBERDADE

Localizado em uma área histórica da capital mineira, o Circuito é composto por treze instituições, dentre museus e centros culturais, que mapeiam diferentes aspectos do universo cultural e artístico.

A beleza e arquitetura das edificações que compõem o Circuito Liberdade são um convite a mais para os visitantes.

Espaços que integram o Circuito Liberdade: 

 

Horário: 9h às 17h  segunda à sexta

Endereço:  Av. João Pinheiro 372, Funcionários

 

Horário: 8 às 18h

Endereço: Praça da Liberdade, 21 – Funcionários, Belo Horizonte

 

Horário: 8 às 18h segunda a sábado

Endereço:  Praça da Liberdade, 10 – Funcionários, Belo Horizonte

 

Horário: 9 às 21h quarta à segunda

Endereço: :  Praça da Liberdade, 450 – Funcionários, Belo Horizonte

 

  • Centro de Arte Popular Cemig

Horário: 10 às 19h terça a domingo

Endereço: R. Gonçalves Dias, 1608 – Lourdes, Belo Horizonte

 

Horário: 10 ÀS 17H terça a domingo

Endereço: Praça da Liberdade, Belo Horizonte

Horário: 9 às 18h segunda à sexta

Endereço: R. Santa Rita Durão, 1275 – Funcionários, Belo Horizonte

Horário: 10 às 17:30h terça a domingo

Endereço:  Praça da Liberdade, s/n – Funcionários, Belo Horizonte

Horário: 12 às 18h terça a domingo

Endereço: Praça da Liberdade, s/n – Belo Horizonte

Horário: 12 às 19h terça a domingo

Endereço: Av. João Pinheiro, 342 – Centro, Belo Horizonte

 

Endereço:  Rua Thomé de Souza, 1332 – Funcionários, Belo Horizonte

 

  • BDMG Cultural

Horário: 10 às 18h domingo a domingo

Endereço: R. Bernardo Guimarães, 1600 – Lourdes, Belo Horizonte

PRAÇA DA LIBERDADE

Localizada na região centro-sul de Belo Horizonte, a praça é ponto de encontro, atraindo pessoas de todas as idades, além de ser um tradicional palco de apresentações culturais gratuitas.

A construção do Conjunto Arquitetônico e Paisagístico da Praça da Liberdade foi iniciada na época da fundação da nova capital (1895-1897). Feita para abrigar a sede do poder, as primeiras Secretarias de Estado obedecem à tendência da época – estilo eclético com elementos neoclássicos.

Ao longo dos anos, o núcleo foi recebendo construções de diferentes estilos arquitetônicos. Nas décadas de 50 e 60 prédios modernos foram implantados, como o Edifício Niemeyer e a Biblioteca Pública. Já nos anos 80, em estilo pós-moderno, foi inaugurado o Centro de Apoio Turístico Tancredo Neves.

MERCADO CENTRAL

Uma mistura de religiosidade, cultura popular, tradição e contemporaneidade fazem do Mercado Central de Belo Horizonte um dos cantinhos mais aconchegantes da cidade. Lá se encontra de tudo. Se está com fome pode pedir comida mineira ou comprar ingredientes para fazer em casa. Se está com sede, pode convidar os amigos para uma boa cervejinha. Se busca algum tipo de proteção religiosa, pode comprar os mais variados artigos religiosos e esotéricos. Qualquer tipo de cura pode ser encontrado por lá: curas para a alma e para o corpo. Afinal, tem ervas para todos os tipos e gosto, que resolvem de intestino preso a impotência. Artesanato mineiro, floricultura, brinquedos e roupas. Mas para quem quer dar só um passeio, também pode passar por lá. Tem “causo” mineiro em cada canto daquele lugar. Essas histórias da cultura popular, meio verdade, meio crendice, ajudam também a contar um pouquinho da história de Belo Horizonte.

Horário: 7h às 18H de segunda à sábado

7h às 13h domingos e feriados

Endereço: Avenida Augusto de Lima, 744, Centro, Belo Horizonte

INHOTIM

O Instituto Inhotim está localizado no município de Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte.

O local abriga um complexo museológico com uma série de pavilhões e galerias com obras de arte e esculturas expostas ao ar livre. O Inhotim é a única instituição brasileira que exibe continuamente um acervo de excelência internacional de arte contemporânea.

A experiência do Inhotim está em grande parte associada ao desenvolvimento de uma relação espacial entre arte e natureza, que possibilita aos artistas criarem e exibirem suas obras em condições únicas.

O espectador é convidado a percorrer jardins, paisagens de florestas e ambientes rurais, perdendo-se entre lagos, trilhas, montanhas e vales, estabelecendo uma vivência ativa do espaço.

Novos projetos são inaugurados periodicamente, incluindo obras criadas site-specific para o local e recortes monográficos e temáticos do acervo, fazendo do Inhotim um lugar em contínua transformação.

 

Entrada: 25,00 terça e quinta-feira

40,00 sexta, sábado, domingo e feriado

Gratuito  quarta- feira

Meia- entrada:

Crianças de 6 a 12 anos, idosos acima de 60 anos, estudantes identificados, professores das redes formais pública e privada de ensino identificados, funcionários da Vale, JChebly e Cemig, assinantes credenciados Estado de Minas, Hoje em Dia,  O Tempo, Revista Piauí e moradores de Brumadinho participantes do programa Nosso Inhotim.

Horário:

Terça à sexta-feira – 09h30 às 16h30

Sábado, domingo e feriado – 09h30 às 16h30

Endereço: R. B, 20 – Centro, Brumadinho

PAMPULHA

A Pampulha é considerada Patrimônio Cultural da Humanidade, reconhecido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), por suas construções modernas projetadas por Oscar Niemeyer (1906-2012) no início da década de 1940.

 

IGREJA SÃO FRANCISCO DE ASSIS

A Igreja São Francisco de Assis da Pampulha, em Belo Horizonte, Minas Gerais, foi inaugurada em 1943. O projeto arquitetônico da igreja é de Oscar Niemeyer e cálculo estrutural de Joaquim Cardozo. Foi o último prédio a ser inaugurado do Conjunto Arquitetônico da Pampulha. É considerada a obra-prima do conjunto.

Seu interior abriga a Via Sacra, constituída por 14 painéis de Portinari. Esta é considerada a obra mais significativa do pintor.  Os jardins são assinados por Burle Marx.

Endereço: Avenida Otacílio Negrão de Lima, 3000 – Pampulha, Belo Horizonte

 

CASA DO BAILE

A Casa do Baile integra o conjunto arquitetônico da Pampulha. Ela foi reaberta em dezembro de 2002, transformando-se no Centro de Referência de Urbanismo, Arquitetura e do Design, ligado à Fundação Municipal de Cultura da Prefeitura de Belo Horizonte.

A proposta, do então Centro de Referência de Urbanismo, Arquitetura e do Design  é organizar, documentar e valorizar os espaços construídos e simbólicos da cidade, incluindo os objetos que se tornaram referência na vida cotidiana da sociedade local. Para isso, o acesso democrático às informações relativas ao urbanismo, arquitetura e design torna-se fundamental para a valorização da identidade social dos belo horizontinos.

A Casa do Baile recebe exposições temporárias, publicações, desenvolve seminários, encontros e outros eventos relacionados às áreas pertinentes ao local.

Horário: 9h às 19 horas ( de terça a domingo)

Endereço: Av. Otacílio Negrão de Lima, 751 – Pampulha, Belo Horizonte

 

ESTÁDIO MINEIRÃO

O Estádio Mineirão, apelido dado ao Estádio Governador Magalhães Pinto, é o segundo maior estádio de futebol do Brasil, superado apenas pelo Estádio Maracanã, no Rio de Janeiro.

O Mineirão foi inaugurado em 5 de setembro de 1965, no jogo entre a Seleção Mineira e o time argentino River Plate, com público de mais de 73 mil pessoas. A capacidade original era de 130 mil torcedores e, atualmente, o Mineirão pode receber 76 mil pessoas.  O maior público do Mineirão foi registrado em 22 de Junho de 1997, num total de 132.834 pessoas, na final do Campeonato Mineiro entre o Cruzeiro e Villa Nova.

Atualmente, a área externa do estádio também é usada por desportistas praticantes de skate, patins e bicicleta.

Endereço: Av. Antônio Abrahão Caran, 1001 – São José, Belo Horizonte

 

SERRA DO CIPÓ

Parque Nacional da Serra do Cipó, com seus 33.800 ha, é considerado uma das maiores áreas de biodiversidade do planeta. É um dos mais estruturados do país e um dos principais atrativos da região, devido a seus inúmeros e preservados atrativos.   Está localizada no estado de Minas Gerais, a apenas 100 Km da capital mineira. O acesso a partir de Belo Horizonte é feito seguindo pela LINHA VERDE sentido AEROPORTO INTERNACIONAL DE CONFINS, entrando para LAGOA SANTA e seguindo a RODOVIA MG 010 para CONCEIÇÃO DO MATO DENTRO. A estrada é toda pavimentada, com belas paisagens após Lagoa Santa e com ótima sinalização até o distrito. Coordenadas 43º-44ºW, 19º-20ºS.

O principal acesso é através da Rodovia MG-10, passando por Lagoa Santa e São José de Almeida. Além de ser um dos mais belos cenários de Minas Gerais, a Serra do Cipó é considerada uma das maiores áreas de biodiversidade do planeta.

Para entrar no Parque Nacional da Serra do Cipó cobra-se ingresso, tem horário de visitação e devido ao relevo acidentado,  a maioria dos atrativos é distante e somente pode ser visitado com a contratação de um guia especializado local. Somando à beleza paisagística da região, estão várias cachoeiras, piscinas e poços naturais de águas cristalinas, provenientes de inúmeras nascentes. Os destaques ficam para as Cachoeiras Congonhas, Farofa, Gavião e Andorinhas e Canyon das Bandeirinhas (dos confins) e do Travessão e do seu entorno destaca-se as cachoeiras da Serra Morena, da Caverna, Capivara e a cachoeira do Tabuleiro, a mais alta de Minas e a terceira mais alta do Brasil.

O visitante pode também aproveitar as festas tradicionais da comunidade, eventos culturais como o candombe, folia de reis, festival de outono, entre outros. Visitar a Serra do Cipó é realizar uma viagem surpreendente, seja pra descanso, lazer ou prática de atividades de ecoesporte.

OURO PRETO

A c idade possui o maior acervo arquitetônico do país e foi a primeira cidade brasileira a ser declarada Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade, em 1980. Localizada aproximadamente à 95km de Belo Horizonte, Ouro Preto é uma das principais cidades turísticas do estado de Minas Gerais.

Em meio às ladeiras de paralelepípedo que recortam toda antiga Vila Rica, estão ainda chafarizes, capelas, museus e um belo casario colonial que guardam e contam histórias dos séculos 17 e 18, épocas da pujança das minas e da Inconfidência Mineira. Além de outros pontos turísticos. E a melhor maneira de conhecer os pontos turísticos é caminhando.

Durante o dia, o programa é desvendar altares e imagens, garimpar peças nos antiquários e feiras de artesanato em pedra-sabão, bater perna pelas lojas e cafeterias da Rua Direita… Para tal, não esqueça dos sapatos confortáveis, que também são bem vindos para curtir a noite nos bares ou nas festas que agitam as repúblicas de estudantes.

Em Ouro Preto é possível andar de maria-fumaça que leva à vizinha Mariana; ou seguir para o Pico do Itacolomi, protegido em um parque estadual com 75 quilômetros quadrados repletos de mirantes naturais.

 

GRUTA DO MAQUINÉ

Localizada a 120 Km de Belo Horizonte a Gruta do Maniqué foi descoberta em 1825. Possui sete salões com belíssimas formas arquitetônicas esculpidas pela água durante milênios de anos. A gruta é considerada o berço da paleontologia brasileira.

O cientista dinamarquês Peter Lund encontrou restos humanos e de animais pré-históricos originários de outras eras geológicas na área da gruta.

O passeio pelo local proporciona uma bela aventura, despertando o imaginário do visitante. Com iluminação estrategicamente posicionada de forma a valorizar as formas esculpidas pelo tempo e seguras passarelas, a visita é realizado com um guia que acompanha os grupos.

 

Entrada: ingresso

Horário: 8h às 16h diariamente

Endereço: Via Alberto Ramos, MG 421 – Km 5 – Zona Rural, Cordisburgo.